A Verdadeira Capoeira

By Angelo Augusto Decânio Filho – Mestre Dr. Decânio.

Translated by Mestre Fernando “Gato” Albuquerque, and retranslated/edited by me.

The true capoeira for each one of us is that which lives in the body of each of us. There exists ethical, technical, and musical standards, however capoeira is the behavioral manifestation of each being; the greatest expression of human individuality.

A true capoeirista is one who has liberated themselves from all the cultural mooring lines and psychodynamic obstacles, including from the masters, and leaves only the capoeira flowing free and smoothly from one’s own body, appearing in his movements and state of spirit.

The strategic foundations of capoeira are simply music, cleverness, partnership, and love. Without a doubt, the primacy belongs to the love… for life, for capoeira, for the art, for the pleasure of just “playing” with the purity and innocence of the eternal child that is hidden in the heart of each one of us. The behavioral posture of avoidance to the impact of movements, simulated or not, of attack or that involve danger of any nature, back in the safety net of their practice, next to the unconscious reflexes of preservation of physical integrity and life, generating a system of personal defense “sui generais”, “instinctive” in the words of mestre Bimba.

The partnership is vital. Without the partner you can’t play, or learn, capoeira. Only the presence of the partner allows for the development of self-confidence in the ability to improvise the movements of escape before the movements are given to another whose desire and intention one does not control. To know the thoughts and subsequent movements of someone, we need this someone as partner-opponent.

Music is the very essence, the mystic root of capoeira. It is responsible for and guides the modified state of consciousness of the capoeira players, and controls the nature and dynamic of their movements. It controls the aggressiveness, dissolves psychodynamic blocks, and generates the playful pleasure of their practice.

The association of these primary forces controls the ritual, and ensures the mutual respect and sportiveness of the game of capoeira! The mestre is only the maestro, controlling the ballet of life that we call capoeira!


Original Portuguese:

A verdadeira capoeira de cada um de nós é aquela que mora no corpo de cada qual. Existem padrões éticos, técnicos e musicais, porém a capoeira é a manifestação comportamental de cada ser, expressão maior da individualidade humana.

Só é capoeirista quem se liberou de todas as amarras culturais e bloqueios psicodinâmicos, inclusive dos mestres e deixa apenas a “capoeira” fluir livre e suavemente pelo próprio corpo, aparecendo nos seus movimentos e estado de espírito.
Os fundamentos estratégicos da capoeira são simples música, esquiva, parceria e amor.
Sem dúvida alguma, o primado pertence ao amor… Pela vida, pela capoeira, pela arte, pelo prazer de apenas “jogar” com a pureza e a inocência da eterna criança que existe escondida no coração de cada um de nós.

A postura comportamental de esquiva ao impacto de movimentos, simulados ou não, de ataque ou que envolvam perigo de qualquer natureza, trás no bojo a segurança da sua prática, ao lado de reflexos inconscientes de preservação da integridade física e da vida, gerando um sistema de defesa pessoal “sui generais”, “instintivo” nas palavras de Mestre Bimba.
A parceria é fundamental.

Sem o parceiro não se pode jogar, nem aprender, a capoeira.
Somente a presença do parceiro permite o desenvolvimento da autoconfiança na capacidade de improvisar os movimentos de esquiva ante à movimentos partidos doutro alguém cuja vontade e intenção não controlamos. Para conhecermos os pensamentos e movimentos subsequentes de alguém precisamos deste alguém como parceiro-adversário.

A música é a própria essência, a raiz mística da capoeira. Responsável e guia do estado modificado de consciência do capoeirista, comanda a natureza e a dinâmica dos seus movimentos. Controla a agressividade, desfaz os bloqueios psicodinâmicos e gera o prazer lúdico da sua prática.

A associação destas forças primárias comanda o ritual, garante o cavalheirismo e esportividade do jogo da capoeira! O mestre é apenas o maestro, comanda o balé da vida que chamamos de capoeira!